Leiria reforça abastecimento de água para depender menos do rio Lis

A Câmara de Leiria anunciou hoje que vai reforçar a rede de abastecimento de água em 2005 com novos furos, para impedir a excessiva dependência da cidade em relação às captações no rio Lis, muito vulnerável a problemas ambientais.

Isabel Damasceno, presidente da Câmara de Leiria, explicou que serão adjudicadas em Janeiro de 2005 as obras para fazer a ligação de furos em Amor a reservatórios que abastecem a cidade, impedindo a repetição de cortes no fornecimento.

Em 2001, a cidade esteve cinco dias sem água devido a contaminação orgânica da água do rio Lis, de onde é captada 41 por cento da água fornecida no concelho, mas Isabel Damasceno promete que esta situação não irá repetir-se, devido às ligações adicionais que estão em curso.

No ano passado, a autarquia realizou a ligação da rede de água da cidade a um furo na freguesia dos Parceiros, com dois reservatórios com capacidade para oito mil metros cúbicos, suficientes para abastecer a malha urbana durante cinco dias.

Agora, para prevenir qualquer problema, a autarquia quer acelerar o processo de ligação da cidade ao sistema multimunicipal “Águas do Mondego”, promovendo a ligação já em 2005 a construção de um adutor com ligação a Amor.

“É a primeira fase, depois seremos ligados à Mata do Urso (Pombal) e depois ao Mondego”, explicou Isabel Damasceno, salientando que o custo deste primeiro investimento, cerca de cinco milhões de euros, será já custeado pelas “Águas do Mondego”.

Fonte: in site Público

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s