Colégio acusa escola pública de influenciar matrículas

Dinis de Melo fala de “má fé”. Rainha Santa Isabel refere “mal entendido”.

Cremilde Rodrigues, directora pedagógica do Colégio Dinis de Melo, de Amor, acusa o Agrupamento de Escolas Rainha Santa Isabel (AERSI) de exercer “pressão desleal e incorrecta junto dos alunos e encarregados de educação”. Isto porque, conta Cremilde Rodrigues, no acto de renovação de matrícula do 4º. para o 5º. ano, os professores do AERSI terão informado os pais de que no próximo ano lectivo o colégio “apenas iria abrir uma turma em início de ciclo”.

Já a directora do AERSI diz que não houve informações nesse sentido. “Não condicionámos ninguém e lamento o que está a acontecer. Não consigo perceber. Estou disponível para receber esses pais e para esclarecer o mal entendido”, refere Adélia Lopes. A única novidade comunicada é que este ano qualquer aluno das cinco freguesias da zona tem transporte assegurado pela autarquia para a EB23 Rainha Santa Isabel, acrescenta.

“As instruções dadas aos docentes do 1.º ciclo, e que estes, por sua vez, veicularam aos encarregados de educação, com grande pressão, insistindo para que estes fizessem a renovação de matrícula dos seus educandos na EB 23 Rainha Santa Isabel, na Carreira, não são verdadeiras e denotam má fé”, aponta Cremilde Rodrigues, notando que colégio abrirá com quatro turmas. Esta informação, acrescenta a directora, terá sido dada “nas EB1 das freguesias de Carvide e Monte Real”.

Fonte: in site Jornal de Leiria

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s